14.5.08

LCL a Nació Digital

1 comentari:

Lord of Erewhon ha dit...

O futuro passa por aqui, o futuro é aqui. A inteligência que cria a máquina tem que desbravar a selva das palavras vazias, a gramática do caos, o vórtice de um novo Esperanto universal por inventar; porque as máquinas pensam mas são cegas.

Esta é a nossa pós-modernidade apocalíptica, a brave new world, a brave new Hell - e os escritores e pensadores que o ignorarem serão remetidos para um limbo da escrita, como sapiens das trevas do tempo!

Abraço, amigo poeta.